Ovni é avistado em Guarulhos

0
733

 

Um caso recente de aparição de UFO (objeto voador não identificado) foi registrado recentemente em Guarulhos. No dia 2 de outubro deste ano, as 2h25, foi avistado sobre a Escola Estadual Izabel Ferreira dos Santos, no Jardim Vila Galvão um objeto luzente, achatado, com cerca de um metro, próximo ao poste de iluminação e acima dos fios da rua. A testemunha fotografou o suposto corpo celeste, que ainda precisa ser analisada pelos peritos da revista UFO para confirmar ou não a suspeita.

Quem contou o caso à equipe do jornal Guarulhos Hoje foi o ufólogo Pedro de Campos, que é consultor da revista UFO em Guarulhos e possui cinco livros publicados sobre o assunto (Universo profundo; UFO – fenômeno de contato; Um vermelho encarnado no céu; Os escolhidos; e Arquivo extraterreno), todos pela Lúmen Editorial. Já gravou também dois DVDs lançados pela videoteca da revista UFO e contendo nove horas de gravação e imagens de UFOs, além de ter um blog (www.ufo.com.br/blog/pedrodecampos) que fala de casos, com imagens e vídeos.

 

ufo-guarulhos

 

“Outro história de UFO que lembro em Guarulhos foi o Caso Rudy, ocorrido em 28 de agosto de 2009 e testemunhado por três oficiais militares, às 22h00, perto da barragem de Tanque Grande. Naquela noite, uma luz vermelha se movimentou veloz e irregular perto da barragem, sob o olhar atônito dos oficiais. O objeto foi filmado, mas com baixa qualidade pelo celular usado, e o caso foi discutido em grupos ufológicos”, contou Pedro de Campos.

De acordo com o ufólogo, muitos vídeos fraudulentos de UFOs são publicados na internet atualmente. “Existe muito engano em relação a avistar UFOs, pois existem os engenhos feitos pelo homem, como aviões, dirigíveis e balões, além dos fenômenos atmosféricos mal compreendidos, como raios bola, reflexos de luz e bólidos, que causam confusão. O objeto tem que ser avistado e fotografado, ser pego pelo radar ou filmado para receber estudo, e as imagens captadas precisam ser analisadas por peritos. O fenômeno UFO é algo raro”, concluiu Pedro de Campos.

 

Interesse precoce pelo assunto

 

Pedro de Campos, de 64 anos, morador de Guarulhos desde 1953, começou a se interessar por ufologia aos 11 anos. “Minha curiosidade foi despertada quando um amigo de infância, o José Carlos Rodrigues, mostrou-me um pequeno fragmento de metal que seu pai achara, dizendo ser um pedacinho de disco voador que havia explodido na região de Ubatuba, em 1957. Achei aquilo fantástico, mas o tempo passou e o caso caiu no esquecimento”, contou. “Uns vinte anos depois, quando comecei a interessar-me pelo famoso Caso Roswell, pedi o tal pedacinho de metal, mas ele não sabia onde estava. O meu interesse começou assim, um amigo me falou sobre o caso, mostrou-me algo intrigante e depois li a respeito”, disse o ufólogo.

Ele começou a estudar a questão após examinar documentos militares de oficiais norte-americanos sobre investigações de campo. O principal deles foi o astrofísico Jacques Vallée, que inovou a investigação associando alguns UFOs à parapsicologia. “Suas buscas e estudos científicos me pareceram bem fundamentados e dignos de crédito, mesmo porque eram céticos que se renderam às evidências. Então passei a estudar a questão, seguindo a linha investigativa de Vallée em vários casos”, finalizou Pedro de Campo.

 

Fonte: Guarulhos Hoje