Ônibus Hacker esteve no Bosque Maia

0
632

 

Entender como funciona a Política e seus poderes. Construir um minhocário caseiro. Fabricar móveis de papelão. Essas foram algumas das oficinas realizadas no último sábado pelo Ônibus Hacker, laboratório móvel, gerido por uma comunidade de ativistas que concentram suas atividades nas intersecções entre a tecnologia e a política, a cultura e as artes.

 

onibus-hacker-guarulhos (1)
Munícipes participam da Oficina Jogo da Política. Foto: Ana Paula Rey – PMG/SECEL

 

Guilherme Turri, um dos membros do projeto, explica que a proposta surgiu em 2011 com ações voltadas para o exercício da cidadania e para a plena realização da vida política. “O Ônibus Hacker é um projeto moldável, um coletivo gerido basicamente por voluntários com o objetivo de gerar autonomia e conhecimento por meio das tecnologias digitais, politicas e sustentáveis”.

 

Baseado no Manifesto Hacker, pequeno ensaio publicado na década de 1980, as atividades no Ônibus prezam pelos princípios da autonomia e da liberdade de expressão, experimentação da tecnologia livre, troca livre de conhecimento e experiências de vivências criativas.

 

“O princípio do hackeamento é o fuçar, o da curiosidade que gera autonomia, seja na programação de um computador, na fabricação de móveis de papelão, ou, por exemplo, numa oficina de lockpicking, onde ensinamos abrir cadeados”, destaca Guilherme.

 

Hackeando por Todas as partes

 

Turri conta também que, nos últimos seis anos, o ônibus já percorreu inúmeras locais, como Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Gavião Peixoto, além de cidades Uruguaias.

 

“Viajamos bastante com as oficinas. Já existe inclusive, um laboratório hacker na Câmara dos Deputados onde realizamos eventos como esse pelo edital dos Dados Abertos. Temos ainda como apoio financeiro parcerias com empresas e a sociedade civil que viabilizam acomodação, alimentação e combustível para a circulação do Ônibus”, completa.

 

onibus-hacker-guarulhos (2)
Ônibus Hacker. Foto: Ana Paula Rey – PMG/SECEL

 

Dentre as atividades oferecidas pelo Ônibus Hacker estão as oficinas do Jogo da Política, Mobiliário de Papelão, Dados Brutos também Amam, Compostagem Doméstica em garrafa PET, Eletrônica para pequenos, Criação de Jogos, RádioLivre, CineHacker, entre outras. Todos os jogos produzidos pelo grupo podem ser acessados gratuitamente pela internet.

 

Conheça mais informações sobre o Ônibus Hacker e interaja com o Jogo da Política .