Ônibus é queimado no Pimentas

1
656

 

Suspeitos incendiaram um ônibus da empresa Viação Campo dos Ouros, no início da tarde de na quarta-feira, 10, na altura do número 42 da Rua Jutaí, Parque Jurema (Região Pimentas). O crime ocorreu após três homens serem baleados na região. Kevyn Weslley da Silva, 18, e Bruno Aparecido Jesus Filho, 20, morreram. Edson Pereira Santos Júnior, 23, sobreviveu e, após ser liberado do Hospital Pimentas, foi preso acusado de auxiliar na queima do coletivo.

 

onibus-queimado-pimentas

Prejuízo – Coletivo ficou completamente destruído por causa do fogo (Foto: Beto Martins)

 

Segundo registrado no Setor de Homicídios de Guarulhos (SH), o trio estava em frente ao número 591 da Rua Baianópolis, Jardim Ansalca, quando dois suspeitos – ainda não identificados – se aproximaram a atiraram. Silva foi ferido no lado esquerdo do tórax e Filho com seis tiros na mesma região. Ambos foram encaminhados ao Pronto Atendimento Alvorada, onde morreram. Júnior foi encaminhado ao Hospital Pimentas, onde foi medicado e liberado.

 

A Polícia Militar informou que Júnior, Tauan Silva Santos e um menor de 16 anos entraram no coletivo, imobilizaram o motorista e atearam fogo no coletivo. Sete pessoas foram encaminhadas ao 4º DP após o atentado. Delas, o motorista reconheceu três suspeitos.

 

Apreensão de moto seria o estopim

 

A reportagem apurou que a motivação para o duplo assassinato teria sido a apreensão de uma moto, feita pela Polícia Militar. O veículo seria usado para a realização de crimes. Como ele foi “tirado de circulação”, criminosos que o usavam teriam decidido “se vingar” e atiraram contra o trio.

 

Nas proximidades do local do crime, o SH encontrou quatro cápsulas, aparentemente, de pistola calibre 40.

 

Fonte: Folha Metropolitana