Obras da ponte da Vila Any recomeçam

0
666

O anúncio do recomeço das obras da ponte da Vila Any foi feito pelo prefeito Sebastião Almeida após vistoria ao local com o secretário de Transportes e Trânsito, Atílio André Pereira, na manhã desta quinta-feira (10), mesmo dia em que o DAEE, Departamento de Águas e Energia Elétrica, fez a remoção da última família para o Residencial Lavras. Com isso, a cabeceira da ponte, a parte restante da obra, pode ter sequência, mantendo-se o prazo até de dezembro deste ano.

Faltava apenas uma família das oito que ficavam na área reservada à cabeceira da ponte do lado de Guarulhos. A remoção, de responsabilidade do Governo do Estado, estava com problemas devido ao roubo de cabos da rede de energia elétrica de alguns apartamentos no Lavras. “É uma bela ponte, que vai beneficiar toda essa região do Pimentas, que atravessa para São Paulo e precisa de uma estrutura sólida”, afirmou o prefeito Sebastião Almeida.

A Prefeitura de Guarulhos já concluiu as obras da ponte que incluem a cabeceira do lado de São Paulo, a estrutura metálica com duas pistas de rolamento, sendo uma para cada lado, ciclovia e passagem de pedestres, restando apenas a cabeceira do lado guarulhense.

A ponte

A nova ponte da Vila Any tem 45 metros de extensão por 16 metros de largura. Foram gastos 104 toneladas de aço, cinco vigas de concreto de 90 toneladas cada uma. A ponte possui passeio em um dos lados e ciclovia do outro. O volume de concreto é de 1097,36 m3. A ponte é de estrutura metálica e tem duas faixas de rolamento, uma para cada sentido. O valor do investimento é de R$ 6.106.826,82, sendo R$2,5 milhões do Governo do Estado de São Paulo, R$ 3,6 milhões divididos entre as Prefeituras de Guarulhos e de São Paulo.