Número de animais mortos recolhidos pela CCZ aumenta

0
731

O número de animais de grande porte que morreram em vias públicas no município aumentou 300% só neste ano. O Centro de Controle de Zoonoses de Guarulhos (CCZ) já recolheu quatro cavalos machos em 2016, de janeiro a agosto, ante o único caso da remoção de um boi no mesmo período do ano passado.

Os dados foram divulgados pela Secretaria da Saúde do município a pedido do Jornal Guarulhos Hoje, nesta terça-feira (13). Além disso, neste ano, o CCZ retirou das ruas seis cavalos machos e duas fêmeas. Enquanto que em 2015, foi apenas um bovino macho, duas fêmeas, oito cavalos machos e mais cinco fêmeas.

Segundo a Saúde, as regiões onde acontece o maior número de ocorrências são a Ponte Alta, Lavras, Soberana, Santos Dumont, Vila Rio de Janeiro e Cocaia. A maioria dos animais inusitados são encontradas em vias públicas.

cavalos-em-guarulhos Foto: Ivanildo Porto

O grupo realiza o recolhimento nos seguintes casos: animais que causem risco à saúde pública ou à segurança da população, além dos que estejam em sofrimento. O próximo passo é o rastreamento da identificação eletrônica e, caso não seja encontrada, o dispositivo é implantado no animal na hora.

De acordo com a legislação municipal, o recolhimento desses animais deve ser feito em até três dias úteis. Passado esse prazo, os animais terão sua destinação decidida pelo Órgão de Controle de Zoonoses e de Controle das Populações de Animais. Eles são encaminhados para áreas rurais da prefeitura e separados em baias.

Esses animais também poderão ser adotados. O interessado deve apresentar o comprovante de endereço de área rural atualizada, retirar a resenha do animal no CCZ, efetuar o pagamento de uma taxa no Fundo Social de Solidariedade e retornar a zoonoses com comprovante de pagamento para a retirada do animal, que só será liberado se houver veículo adequado para transportar carga viva.

Reportagem: Leticia Lopes

Fonte: Guarulhos Hoje