Homem é confundido com maníaco de Guarulhos

1
752

 

Mais de 30 dias se passaram e o dito estuprador de Guarulhos não foi preso. A população segue alarmante, principalmente os moradores do Parque Mikail, região em que os crimes aconteceram.

 

O medo faz com que as pessoas tenham reações as vezes não tão pensadas como se deveria. A Record divulgou ontem um caso de justiça com as próprias mãos, onde um guarulhense, morador do Recreio São Jorge foi agredido após ser confundido com o estuprador de Guarulhos (vide semelhanças pela imagem).

 

 

Cristiano estava em São Paulo, no Jardim Ângela, quando dois homens, após debaterem se ele era ou não o criminoso, partiram para agressão. Três pessoas ao perceberem o que estava acontecendo ajudaram o rapaz a fugir do local.

 

Na reportagem, um perito judicial foi entrevistado e contou que Cristiano é a sétima pessoa a procurá-lo por ter sido confundida com o maníaco.

 

Fonte: Click Guarulhos