Guarulhenses surpreendidos com reajustes nas contas

0
876

 

Os guarulhenses foram surpreendidos neste mês com a chegada das contas de água e energia elétrica. Isso porque ambas tiveram reajustes aplicados a partir de janeiro fazendo com que o valor médio pago em cada residência apresentasse crescimento expressivo.

“A minha conta de luz aumentou de R$ 60 para quase R$ 100. É um absurdo que, mesmo explicado nas outras contas que teria o aumento, me pegou desprevenida”, afirmou a auxiliar de escritório Juliana Batista Nascimento, 33.

 

conta-cara

 

No caso das contas de energia começou a vigorar o Sistema de Bandeiras Tarifárias que deixou a fatura emitida pela EDP Bandeirante com um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos. O método foi instituído pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e indica através das cores verde, amarela e vermelha se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.

Dessa forma, se na conta vier a bandeira amarela significa que as condições são menos favoráveis e a tarifa sofre acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 kWh consumidos. Na bandeira verde, não há acréscimo. No entanto, durante o mês de janeiro será aplicada a bandeira vermelha.

Já as faturas encaminhadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos tiveram reajustes de 12,43%. Além disso, a tarifa residencial mínima de água e esgoto (até 10 m3) passou de R$ 30,46 para R$ 34,78. Na faixa de 20 m3 de consumo, onde se enquadram aproximadamente 94% dos consumidores da cidade, o reajuste foi de cerca de 14,06%; passando de R$ R$ 78,36 para R$ 89,38. “Foi um susto pegar a conta e ver o valor que saltou de R$ 40 para R$ 206”, destacou o técnico em telefonia, Leonardo da Silva, 27.

 

Fonte: Guarulhos Hoje