Guarulhense será deputada estadual em Parlamento Jovem

0
385

A estudante Juliana França Ribeiro, 15, teve seu projeto de lei selecionado para o Parlamento Jovem 2016, da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). A recepção e a sessão plenária ocorrerão nos dias 17 e 18 de novembro. Sob o tema “Agricultura e Meio Ambiente”, ela propôs a instalação de painéis solares nas unidades escolares do estado.

parlamento-jovem-guarulhos

Segundo o projeto os painéis seriam colocados nas superfícies das escolas, convertendo a luz solar em energia elétrica. “Os painéis aquecerão a água, facilitando na utilização dos serviços escolares. Além das inúmeras vantagens, o clima não interfere no seu funcionamento. Eles têm um sistema silencioso, fazendo com que não interfira nas aulas ou demais atividades. Esse projeto ajuda bastante no consumo de energia e de água, poupando e economizando a água do nosso planeta”, explicou Juliana, aluna da 1ª série do Ensino Médio da Escola Estadual Professor Milton Cernach.

Esta é a segunda vez que a estudante é selecionada para participar do Parlamento Jovem. Em 2014 ela propôs a implantação nas escolas de auxílio médico, psicológico e odontológico aos estudantes.

Em sua 18ª edição, o Parlamento Jovem é apresentado neste ano com uma nova configuração, pensada como versão piloto em um processo de aprimoramento contínuo. O objetivo é estimular o debate democrático e o exercício da cidadania entre os jovens. Por meio da experiência no Poder Legislativo paulista, otimizam-se convivências e intensificam-se contatos com diversos setores da Alesp, resultando uma melhor compreensão do processo legislativo e de suas várias fases.

Projetos

Os 47 deputados jovens foram selecionados entre os 181 candidatos pela análise de seus projetos de lei, considerando-se adequação formal, correção gramatical, concisão, clareza, pertinência, originalidade e condições de aplicação efetiva. O tema predominante dos projetos de lei selecionados para o Parlamento Jovem deste ano foi Cultura e Educação, com 19 propostas apresentadas nessa área. Em seguida foram privilegiados pelos estudantes os assuntos: Agricultura e Meio Ambiente (9); Direitos Humanos (7); Saúde (5); Esportes e Turismo, Segurança Pública e Transportes e Urbanização (2 cada); e Defesa do Consumidor (1).

Reportagem: Rosana Ibanez

Fonte: Guarulhos Hoje