Guarulhense entre as melhores do mundo na ginástica

0
536

Em sua primeira participação em uma Olimpíada, a guarulhense Rebeca Andrade, 17 anos, cravou seu nome entre as melhores ginastas do mundo. A jovem estreante conquistou o 11º lugar na classificação individual geral, entre 24 finalistas. Nessa categoria, a ginasta precisa se apresentar em todos os aparelhos (salto, barras assimétricas, trave e solo) e, por isso, é considerada de alto nível de dificuldade.

rebeca-andrade-guarulhosFoto interna: Marcio Lino / PMG

A Olimpíada no Brasil também marcou a estreia de Rebeca na Seleção Brasileira de Ginástica Artística, que pela segunda vez chega a uma final olímpica por equipe, classificando-se em quinto lugar, e depois repetindo o resultado de Pequim 2008, quando ocupou a oitava colocação entre as melhores do mundo.

“Estamos muito orgulhosos pela Rebeca. Após uma lesão que a deixou fora de duas importantes competições mundiais, ela treinou duro para se recuperar, contribuiu decisivamente para a classificação da ginástica na Rio 2016 e, mesmo com a presença de sua técnica principal, a também guarulhense Kelly Kitaura, negada pela organização dos Jogos, teve equilíbrio para marcar seu lugar entre as melhores do mundo e também para conquistar a melhor colocação entre as colegas de equipe. Rebeca é uma grande promessa do Brasil para Tóquio em 2020”, diz o técnico de ginástica artística e professor da Prefeitura de Guarulhos, Osmar Fagundes Junior.

Natural de Guarulhos, Rebeca recebeu formação de base no ginásio Municipal Bonifácio Cardoso, no Gopoúva, onde treinou dos 5 aos 11 anos de idade, época em que foi recrutada pelo Flamengo do Rio de Janeiro. Com diversas turmas nos períodos manhã e tarde, o ginásio oferece aulas para 500 alunos. As inscrições são abertas no início de cada ano e os interessados passam por teste de aptidão para a modalidade. Mais informações: 2461-1505.