GCM fica sem 50% de sua frota

0
449

 

Por falta de pagamento do aluguel, quase 30 viaturas da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos foram tiradas de circulação neste final de semana. O secretário municipal de Segurança Pública, João Dárcio Ribamar Sacchi, afirmou que o aluguel de 28 veículos não é pago há quatro meses e que as viaturas recolhidas representam cerca de 50% da atual frota da corporação. Sacchi explicou que “infelizmente” não é ele quem cuida das finanças da Prefeitura. Os repasses das mensalidades dos veículos deveriam ter sido feitos pela Secretaria de Governo, após a liberação da verba  que deveria ter sido feito pela pasta de Finanças.

 

gcm-guarulhos

Paradas – Várias viaturas estavam estacionadas ontem no pátio da GCM (Foto: Lucas Dantas)

 

“Minha secretaria informa sobre os pagamentos, mas quem libera é o Governo”. O secretário ainda disse que o Grupo Uzêda, proprietário dos veículos, teria “bloqueado” via satélite todas as viaturas – que ficaram impossibilitadas de circular. A Folha Metropolitana de 6 de junho do ano passado publicou que a Segurança Municipal iria gastar R$ 2 milhões com os aluguéis das viaturas. O valor corresponde a 22% dos R$ 9 milhões que poderiam ser usados pela pasta em 2014. O prefeito Sebastião Almeida (PT) disse ontem, durante entrega de 50 ônibus no Paço Municipal, que a atitude atual que sua gestão irá tomar “é a de corte”.

 

Segurança tem 26 veículos ‘baixados’

 

Segundo dados obtidos com exclusividade pela reportagem, a GCM está atualmente com 26 veículos fora de circulação por problemas mecânicos. São 12 carros e 14 motocicletas que foram encaminhados ao Departamento de Transportes Internos da Prefeitura. Por causa da falta de viaturas, o jogo da AD Guarulhos atrasou em quase 40 minutos, neste sábado, 16. O policiamento seria feito pela GCM e a falta de viaturas dificultou o acesso de guardas ao local. (Colaborou Eurico Cruz).

 

Fonte: Folha Metropolitana