Fundo Social de Solidariedade oferece curso gratuito de pizzaiolo

0
668

 

O Departamento do Fundo Social de Solidariedade, da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social mantém vagas permanentes para o curso gratuito de Formação de Pizzaiolo e Administração de Pizzaria.

 

A turma é de 20 alunos e tem aula uma vez por semana

 

É uma opção para capacitação profissional de desempregados e de pessoas em situação de vulnerabilidade social, além de alternativa para a geração de renda familiar. A turma é de 20 alunos e as aulas ocorrem uma vez por semana, durante três meses, no Restaurante Escola Paladar e Sabor.

 

Regina Alves quer abrir uma pizzaria

 

Entre os assuntos abordados nas aulas estão: noções básicas de marketing; como montar uma pizzaria; giro de caixa; custo do produto; elaboração de cinco tipos de massa (inclusive a integral); os diversos tipos de bordas; molhos; sobremesas típicas de pizzaria; e esfihas (três tipos).  Para o professor e nutricionista com formação em panificação artesanal, industrial e também em pizzaiolo, David Novais, entre os desafios do curso estão formar o profissional para desempenhar a função, formar o dono de pizzaria e também a pessoa que irá fazer pizzas em casa para vender. “ Semeio na vida dos alunos sonhos, pois muitos buscam qualificação para serem inseridos no mercado de trabalho,” afirmou Novais.

 

Monica Prado também que montar seu próprio negócio

 

Muitos restaurantes, lanchonetes, padarias e pizzarias procuram profissionais capacitados pelo curso do Fundo Social, segundo Novais. “Em média 40% dos alunos já saem do curso obtendo renda de alguma forma, ou empregado ou trabalhando por conta própria”, explicou o professor, acrescentando que cinco pizzarias do município têm seus ex-alunos como donos.

 

Novas perspectivas

 

Desempregada há um ano, a moradora do Parque Continental II, Mônica Prado de Almeida, de 40 anos, trabalhava como balconista de loja e procurou o curso como oportunidade de montar um negócio próprio. “Gosto de cozinhar e minha intenção é montar alguma coisa, claro que se surgir uma vaga, topo com certeza. Achei que fosse encontrar apenas homens aqui, mas vi que tem muitas mulheres trabalhando em pizzarias”, disse Mônica.

 

O nutricionista David Novais é o professor do curso

 

Há três anos aposentada como camareira, Regina Alves Correia Bento, de 63 anos, pretende abrir uma pizzaria com o marido. “Meu interesse é ganhar conhecimento, aprender bastante e depois ter um negócio como meu marido para ganhar dinheiro”, justificou a ex-camareira.

 

Serviço

 

Curso de Formação de Pizzaiolo e Administração de Pizzaria

 

Inscrições para novas turmas podem ser feitas nos seguintes locais:

 

Restaurante Escola Praça Gourmet – rua Felício Marcondes, 457 – Centro – tel. 2468-2090

Restaurante Escola Paladar e Sabor – av. Salgado Filho, 457, Vl. Rio de Janeiro – tel. 2457-7969

Casa da Laudelina – rua Conde Francisco Matarazzo, 94, Centro – tel. 2482-3862

Fundo Social de Solidariedade – alameda Tutóia, 534, Gopoúva – tel. 2472-5184