Funcionários do Samu reclamam de salários em atraso

0
427

 

Colaboradores da Ong Plural Educação e Cidadania, que trabalham no teleatendimento do Samu, reclamam de constantes atrasos nos pagamentos de seus salários e benefícios. Os mesmos, que optaram por não se identificar, afirmam que não recebem qualquer valor desde o dia 20 do último mês. Apesar da publicação do pagamento na edição do Diário Oficial (DOM) da última sexta-feira, 10, a prefeitura não revelou qualquer prazo para quitar o débito com a Ong guarulhense.

 

samu-guarulhos
Foto: Ivanildo Porto

 

A administração municipal informou, por meio da Secretaria de Saúde, que o processo de pagamento do valor divulgado de quase R$ 75 mil está em andamento para a empresa prestadora de serviço de teleatendimento na central 192do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na cidade.

 

Já a Ong Plural Educação e Cidadania confirmou o atraso no pagamento dos vencimentos dos 25 colaboradores e ressalta que o pagamento de uma única nota fiscal não será suficiente para a devida regularização, além de acusar o não recebimento do valor publicado no DOM. O contrato entre as partes se encerra no final do mês de abril deste ano.

 

Reportagem: Antônio Boaventura

 

Fonte: Guarulhos Hoje