Escolas de Guarulhos vão funcionar com período estendido nos 5º anos

0
308

 

A prefeitura de Guarulhos começa a implantar a partir do dia 31 de julho,  um programa de ampliação do período de permanência dos alunos dos 5os anos nas escolas da rede. Será lançado o Educa Mais, com o objetivo de alavancar a aprendizagem e transformar a qualidade do ensino Fundamental do município.

 

O Vice-Prefeito e Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Alexandre Zeitune

 

Inicialmente a medida atingirá 37 escolas e estenderá de 4 para 7 horas o período das aulas, beneficiando mais de 4.000 alunos, em 113 turmas.

 

O Vice-Prefeito e Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer,  Alexandre Zeitune, esclarece que esta primeira fase, do período estendido, atende rigorosamente o eixo Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Inovação do Plano de Governo do Prefeito Guti, representando um marco e um avanço social do ensino em Guarulhos. “O nosso maior objetivo é promover a aprendizagem efetiva das nossas crianças, para que todos os alunos que cursam o 5º ano possam seguir sua vida estudantil, conquistando assim a autonomia necessária à aquisição e à construção de novos conhecimentos. Essa é verdadeira transformação que queremos ver na educação da nossa cidade”, ressalta o Secretário.

 

A responsável pela divisão técnica de políticas para educação fundamental e EJA, Lúcia Ávila, declara que desde o início do ano a Secel vem mapeando por meio de avaliações a necessidade de aprendizagem de língua portuguesa, matemática e produção textual dos alunos, bem como buscando diversas medidas relacionadas à alimentação, transporte e infra-estrutura, a fim de garantir a qualidade do ensino e do atendimento aos estudantes.

 

O programa Educa Mais no município conta o apoio da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, para melhor atendimento dos alunos integrantes. “A partir das dificuldades observadas nas avaliações realizadas em junho deste ano, entendemos a importância de apoiar a nossa Rede com formações pedagógicas, para que todos os nossos alunos, independente da região em que vivam, possam ter a mesma qualidade de ensino”, disse.

 

Quanto aos ajustes estruturais, Lúcia Ávila destaca que nesta fase de implantação todas as ações visam o bem-estar de professores, pais e alunos. “O transporte escolar está sendo reorganizado para o atendimento do período estendido, e todas as crianças serão beneficiadas com uma refeição a mais”, concluiu.

 

Mais Educação

 

A extensão do período mínimo de 7h para as escolas de todo o país  segue as normativas do Programa “Novo Mais Educação” do MEC (Ministério da Educação) e tem como objetivo, melhorar a aprendizagem em língua portuguesa e matemática no ensino fundamental, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes.

 

Diversas regiões do Brasil onde o modelo foi implantado apresentaram os melhores resultados nos quesitos educacionais. Em Pernambuco, por exemplo, onde o sistema funciona em 50% das escolas, a evasão escolar foi reduzida praticamente a zero e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) passou a ser uma referência para o País.