Culinária Japonesa é opção de capacitação no Fundo Social

0
1110

 

Com carga horária de 50 horas/aula, a Prefeitura de Guarulhos está promovendo o curso gratuito de Culinária Japonesa uma vez por semana, no Restaurante Escola Praça Gourmet, no Centro. Voltado a desempregados e às pessoas em situação de vulnerabilidade social, a iniciativa é uma opção de capacitação profissional e também uma alternativa para a geração de renda. A iniciativa oferece certificado aos participantes e as inscrições para novas turmas são permanentes.

 

 

Realizado pelo Fundo Social de Solidariedade, ligado à Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, o curso possui aulas teóricas e práticas, e aborda mpreendedorismo (conhecimentos básicos para montagem de um negócio, cálculo de custo, fontes de fornecimento de matérias primas e utensílios específicos), pratos frios e quentes, além de informações sobre a cultura japonesa e origem do cardápio.

 

O sushiman e professor Arthur Kiyoshi Ogassavara ministra o curso para 18 alunos, no qual também fornece alguns ensinamentos que aprendeu com a avó japonesa. “O aluno aprende o básico da culinária japonesa suficiente para começar como auxiliar de cozinha em um restaurante japonês”, afirmou Arthur. Em Guarulhos, de acordo com o professor, há mais de 50 restaurantes japoneses e ainda é uma possibilidade para os que querem fazer delivery (entrega em domicílio) ou food truck.

 

Interesse

 

A dona de casa Janini Carvalho Pereira, 45 ano, está freqüentando o curso e pensa na possibilidade de ganhar um dinheiro extra. “O curso é bem rico, porque a gente aprende também a raiz da comida japonesa, que está em alta. Pretendo trabalhar em casa, fazer pratos para fora. Sem falar que minha família gosta muito”, disse a aluna, mãe de três filhos e moradora do Jardim Bela Vista.

 

Satisfeita com a participação na formação, a dona de casa guarulhense Roberta Goes, 41 anos, da Vila Barros, está gostando bastante do curso. “As aulas são interessantes. Já fiz curso de pizzaiolo e agora este aqui”, afirmou Roberta.

 

Aposentada como cozinheira, a cearense Francisca Gomes de Souza, 66 anos, teve experiência em um restaurante japonês, que fazia mais comida caseira brasileira. “Eu fazia tempurá e algumas outras coisinhas. Uma amiga minha aprendeu comida japonesa e agora faz bandejas e as vende na feira”, disse a aluna.

 

Serviço

 

Curso de Culinária Japonesa

 

Inscrições para novas turmas podem ser feitas nos seguintes locais:

 

Restaurante Escola Praça Gourmet – rua Felício Marcondes, 457 – Centro – tel. 2468-2090

Restaurante Escola Paladar e Sabor – av. Salgado Filho, 457, Vila Rio de Janeiro – tel. 2457-7969

Casa da Laudelina – rua Conde Francisco Matarazzo, 94, Centro – tel. 2482-3862

Fundo Social de Solidariedade – alameda Tutoia, 534, Gopoúva – tel. 2472-5184