CEU Cumbica recebe a Semana do Trabalhador a partir da próxima terça-feira

0
506

 

Com diversos serviços e atrações destinados à população, a Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria do Trabalho, organiza na próxima semana, entre os dias 2 e 7 maio, no CEU Cumbica (avenida Atalaia do Norte, 544), a Semana do Trabalhador. A cerimônia de abertura acontece às 10 horas da próxima terça-feira (2), oportunidade em que será reinaugurado no local o Centro Integrado de Emprego, Trabalho e Renda (CIET) Cumbica.

semana-do-trabalhador-guarulhos
A secretária Telma Cardia está à frente da organização da Semana do Trabalho

 

Ao longo dessa semana, os participantes terão acesso a cadastro e encaminhamento às vagas de emprego disponíveis no CIET; emissão de carteira profissional e inscrição no PIS (Programa de Integração Social); informações sobre o Banco do Povo; cadastro para Jovem Aprendiz, palestras relacionadas ao mercado de trabalho e atividades culturais.

 

No local, as instituições de ensino e entidades parceiras vão oferecer workshops, com foco na qualificação profissional e sorteio de bolsas de estudos em cursos profissionalizantes. Interessados em abrir o próprio negócio poderão ter acesso aos serviços do Sebrae.

 

A programação também reserva a participação das principais centrais sindicais do País, que promoverão palestras sobre as reformas trabalhistas e da previdência social. Todos os sindicatos da cidade deverão estar representados.

 

Apoio ao trabalhador

 

Conforme explica a secretária do Trabalho, Telma Cardia, a atividade gera interação entre trabalhadores e empregadores. “Num momento em que a geração de empregos no País está em baixa, essas ações ajudam a fomentar o mercado de trabalho”, explica.

 

Telma ainda ressalta que a mudança de endereço do CIET Cumbica para um espaço público renderá uma economia anual de R$ 220 mil, antes gastos com o pagamento de alugueis. “Não se trata apenas de uma mudança de prédio. Se trata de uma mudança que revela uma postura de respeito e responsabilidade do governo Guti com o dinheiro do contribuinte”, comenta Telma.