Categoria de base do AD Guarulhos

0
517

 

O AD Guarulhos é o único clube do município com categorias de base filiado à Federação Paulista de Futebol (FPF) e que forma jogadores. Mas, na verdade, a formação só existe na prática. Antes de completar a maioridade, grandes clubes do Brasil “roubam” os atletas que aprenderam a jogar bola no Índio, que gasta com a estrutura inicial e não recebe um tostão pela transferência.

 

Nos últimos anos, esse problema tem sido constante. Vários atletas que começaram no AD disputaram a Copinha em 2015. O meio campo Binho, que jogou pelo Atibaia e Dominic Uzoukwu, pelo Atlético-PR, são exemplos. Profissionalmente, o mais conhecido é o atacante Hernane Brocador, artilheiro do Flamengo-RJ na temporada 2013.

 

ad-guarulhos

Talentos – Dupla de zaga sub 17 que se destacou no AD Guarulhos está em Bragança desde o ano passado (Foto: Lucas Dantas)

 

“É um grande prejuízo para nós. Gastamos bastante durante a formação e não temos retorno. Tem jogador que começa com a gente com 10 anos e fica até os 17. Vai pronto para outro clube, lamentou o vice-presidente das categorias de base, Julio Santos.

 

Para mudar essa situação e o AD Guarulhos começar a lucrar com a saída dos seus atletas, o advogado Leonardo Andreotti, especialista em Direito Desportivo, afirmou que o time precisa cumprir uma série de requisitos da Lei Pelé. “Fazendo o que a lei pede, o clube passa a ser o formador, ganha indenização e taxa por cada transferência do atleta para outros times”, explicou.

 

No entanto, para o AD, é quase impossível cumprir os requisitos, pois entre as condições proposta pelo artigo 29 da Lei está “assistência educacional, psicológica, médica, assim como alimentação”, além de “manter alojamento e instalações desportivas adequadas”.

 

Santos disse que será viável prestar essa estrutura aos jogadores quando o time receber patrocínio. “A empresa não pode ser detentora dos direitos do jogador, mas pode ajudar o clube a se reestruturar e receber um retorno com as transferências dos atletas”, contou.

 

Zaga vencedora foi para Bragança

 

A dupla de zaga da categoria sub 17 do AD, Matheus Vieira e Igor Brasil, se transferiu para o Bragantino, há quatro meses, depois das ótimas atuações no ano passado. No primeiro campeonato pela equipe de Bragança, juntos, participaram de oito jogos e tomaram apenas quatro gols.

 

Vieira começou no Guarulhos aos 11 anos de idade. Brasil, aos 12. Fizeram toda a formação no clube e foram de graça para o time do interior. “Eu aprendi muito no AD Guarulhos. O técnico Lino nos corrigia bastante. Se não fosse o AD, não teria essa oportunidade”, afirmou Brasil.

 

Fonte: Folha Metropolitana