Calçadas abandonadas

0
331

 

Moradores da Avenida Vila Rio de Janeiro, no bairro de mesmo nome (Região Vila Galvão), reclamam que as calçadas que margeiam toda a via estão em “péssimo” estado de conservação. Isso impede que pedestres as utilizem adequadamente, obrigando-os a se arriscar nas ruas para caminhar pelo trecho.

 

A Folha Metropolitana esteve na Avenida na semana passada e comprovou a queixa. O ponto mais crítico fica na altura do número 1.039, onde o mato tomou completamente a calçada que fica ao lado de um terreno particular murado.

 

calçadas-guarulhos

Descaso – Além de mato sem cortar há trecho com entulho e sujeira (Foto: Silvio Cesar)

 

O comerciante Wilson Muniz Souza, que vive há 25 anos no local, afirmou que “não há fiscalização” na região – fazendo com que os responsáveis pelas calçadas não cuidem delas. “Aqui é um lixão. Há pontos na calçada em que até cria ratos por causa da sujeira”, disse.

 

Caio Cesar, que mantém uma oficina de bicicletas no bairro desde 1998, afirmou que “não é necessário falar” sobre o problema das calçadas, “basta olhar” para elas. “Este problema de falta de conservação não é exclusivo somente da Avenida Rio de Janeiro, as vias no entorno também apresentam as mesmas complicações”, disse.

 

SDU diz que via é fiscalizada

 

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) afirmou que “em atenção à reportagem” iria encaminhar uma equipe para vistoriar a Avenida Rio de Janeiro. Porém, a pasta não informou quando isso será feito.

 

Além disso, a SDU ressaltou que a avenida passa por “constantes fiscalizações” e que teria notificado responsáveis pelas calçadas. Mais uma vez, não foram informadas quantas notificações ou vistorias foram feitas. “Caso sejam constatadas novas irregularidades, os responsáveis serão notificados a promoverem as adequações necessárias. A persistência das irregularidades pode gerar multas”, diz trecho de nota.

 

Fonte: Folha Metropolitana