Bosque Maia abre nova sede do Centro de Educação Ambiental com aula ao ar livre

0
599

 

Alunos do 6º e 7º anos da Escola Estadual Lydia Kitz Moreira trocaram a sala de aula e os cadernos por uma aula ao ar livre, no Bosque Maia, nesta terça-feira (29). A visita da garotada, à primeira de 26 monitorias já agendadas com a escola, marcou a abertura oficial da nova sede do Centro de Educação Ambiental (CEA) da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), agora localizada no antigo prédio da administração, no lado oposto à entrada principal do parque.

 

educacao-no-bosque-maia (1)
Alunos fizeram descobertas na trilha / Fotos: Márcio Lino

 

Os jovens começaram o passeio monitorado pelo Orquidário, que abriga mudas resgatadas de área desmatada para passagem do Rodoanel e também algumas espécies exóticas, como a asiática Vanda, carregada de flores de cor roxa. Na sequência, partiram para uma trilha de cerca de um quilômetro pela reserva urbana de Mata Atlântica, onde conheceram a nascente de água que abastece os lagos do parque e puderam ver e tocar algumas espécies  comuns nas páginas dos livros, como o Pau Brasil.

 

educacao-no-bosque-maia (2)
O secretário Cláudio Dias participou da atividade

 

Acompanhando todo o trajeto junto à garotada, o secretário de Meio Ambiente, Claudio Sergio Ribeiro Dias falou sobre a iniciativa: “Através da educação ambiental queremos sensibilizar as novas gerações para a importância da preservação das florestas e da água e, para isso, temos aqui um espaço maravilhoso e acessível que poucas cidades têm”.

 

educacao-no-bosque-maia (3)
O Jardim Sensorial surpreendeu os estudantes

 

Durante todo o trajeto, os meninos e meninas cheios de energia foram estimulados a sentir a diferença de temperatura sob a proteção das árvores, o ar fresco e os sons da mata. “Achei muito legal ver de perto as plantas dos livros. Já tinha vindo aqui com meus pais, mas não conhecia essa parte do bosque. Aqui no meio das árvores é muito bom, bem fresquinho”, observou Yasmin Gabrielle, 11 anos.

 

Jardim Sensorial

 

Para finalizar a visita, uma surpresa aguardava os estudantes. Com olhos vendados, eles foram levados a conhecer o protótipo do Jardim Sensorial já em construção no Bosque Maia. Usando apenas o tato e o olfato aguçados pela perda temporária da visão, os visitantes foram levados a sentir as diferentes texturas e aromas de espécies, como alecrim, hortelã, orégano, arruda, coentro, citronela, entre muitas outras.

 

Visitas

 

Para participar das trilhas monitoradas no Bosque Maia, com a equipe de Educação Ambiental da SEMA, basta agendar pelo número 2482-1667.

 

educacao-no-bosque-maia (4)
Muitos questionamentos e surpresas durante a trilha

 

A entrada principal do Bosque Maia fica na avenida Paulo Faccini, s/º. O local é aberto diariamente, das 6 às 22 horas.