Auto de Natal no Bosque Maia

0
605

 

Nestas segunda e quarta-feira, dias 15 e 17, a Secretaria de Cultura realiza no Bosque Maia o “Auto de Natal Brasileiro”, com texto e direção de Calixto de Inhamúns. As apresentações começam às 19 horas e fazem parte da 6ª Mostra de Teatro de Rua de Guarulhos. Cortejos saem das três entradas do Bosque e concentram-se na Tenda Verde. A entrada é gratuita.

 

O elenco do espetáculo conta com aprendizes de dança e teatro da Escola Viva de Artes Cênicas de Guarulhos, existente desde 2005 e oficializada pela lei n°160/2006. A apresentação musical será da Orquestra de Violeiros Coração da Viola, existente desde 1974 na cidade. No repertório, canções do LP Violas no Natal, gravado pelo grupo em 1980. Participação especial da Cia Los Xerebas.

auto-natal-guarulhos

 

Sobre o espetáculo

Em três lugares diferentes de um parque, três grupos, comandados por três palhaços, divulgam o presépio vivo que vai acontecer no centro do mesmo local. Aparecem três visitantes misteriosos que se apresentam como os Reis Magos Belchior, Baltazar e Gaspar, que vieram prestar homenagem ao Cristo que vai nascer naquela cidade. No trajeto, a reflexão é incentivada a partir do olhar para cenas cotidianas, relacionando o presente à necessidade de solidariedade entre as pessoas.

 

Todos estranham e os consideram malucos, mas quando eles falam que, também, estão prestando um serviço ao Rei Herodes, resolvem levar os estranhos até o centro do parque onde vai ser instalado o presépio, para descobrirem o mistério daquelas estranhas visitas.

 

Cada cortejo, dirigido por um palhaço e levando um Rei Mago, vai por caminhos diferentes e encontrando alguns dos deserdados das grandes cidades, como os meninos e os moradores de rua.

 

Os caminhos, os atores e o público são diferentes, mas as projeções estéticas da realidade que eles encontram são as mesmas: três meninos de rua fazem pequenos furtos, malabares, cantam e dançam para sobreviver e, mais adiante, encontram uma família de moradores de rua que montaram um presépio e cantam músicas natalinas em busca de alguns trocados.

 

A todos, cada Rei Mago fala uma palavra de conforto e esperança, palavras estas extraídas da Bíblia, principalmente dos evangelhos de Mateus e São Lucas. E todos, atraídos pelas boas novas, seguem os cortejos até o local do Presépio.

 

Na praça central, onde está a Orquestra de Violeiros Coração da Viola, o presépio está incompleto, pois estão neles apenas José, Maria e o Menino Jesus. Com a chegada de todos os cortejos, os filhos dos moradores tornam-se os bichos do presépio, o boi, o burro e a ovelha com todos os seus significados e os Reis Magos, depois de renunciarem a um novo encontro com Herodes e após entregarem os seus presentes, também, assumem seu lugar.

 

A Sagrada Família reclama da falta dos anjos e da Estrela de Belém que guiou os Magos e que, também, fazem parte tradicionalmente de todos os presépios. Entra um anjo que traz uma Estrela da Esperança, uma criança viva, que é entregue a Maria e passa a fazer parte do presépio no lugar do boneco que estava lá.

 

O Anjo faz uma homenagem a todos e confirma que, naquele local, naquele parque e naquela cidade, verdadeiramente, Jesus Cristo está renascendo, mas renascendo no coração de cada um e trazendo a solidariedade e amor que deve existir entre todos. Um cristo que nasceu para ensinar a tolerância, a paz e a harmonia entre os iguais e os diferentes.

 

Serviço

 

O Bosque Maia fica na avenida Paulo Faccini, s/nº, no Jardim Maia, Guarulhos, São Paulo.

 

Fonte: Revista É!