Audiência Pública – Todos pela Saúde

0
561

 

As Pastorais Sociais diocesanas organizaram uma Audiência Pública sobre a saúde, levando em conta a péssima situação em que se encontra a saúde em nosso município de Guarulhos.

 

diocese-de-guarulhos-audiencia-saude

 

Esse movimento “Todos pela Saúde” teve seu início em agosto de 2015 com uma manifestação pública, quando foi entre ao senhor Prefeito e ao senhor Secretário municipal da Saúde uma pauta de reivindicações das urgências nos hospitais e PSFs para um atendimento de qualidade aos usuários do SUS. Desde então nenhuma resposta havia sido dada à população e nem tão pouco às Pastorais que organizaram. A resposta chegou 10 meses depois da manifestação e um dia antes de acontecer o evento da Audiência. Isso prova o descaso de nossas autoridades frente às reivindicações populares.

 

Foram convidados o senhor Prefeito Municipal, os Deputados Estaduais de Guarulhos, os diretores dos Hospitais Geral e Padre Bento como também representante da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo. Desses estava presente apenas o senhor Carlos Derman, secretário Municipal da Saúde.

 

Representantes da Equipe organizadora liderada por Pe. Tarcísio A. de Almeida, José Luiz e Maurício, encaminharam os trabalhos do dia. Várias lideranças representando as Pastorais Sociais da Igreja católica de Guarulhos, representantes de alguns sindicatos de trabalhadores, a Presidenta do Conselho Municipal da Saúde e usuários tiverem a palavra onde colocaram as necessidades e as prioridades da saúde de nosso município. O senhor secretário Carlos Derman deu suas justificativas, mas como o tempo se estendesse, ele ficou de enviar, por escrito, à Equipe organizadora as respostas que a população guarulhense necessita para ter mais qualidade de vida na saúde.

 

Pôde-se perceber que, apesar da motivação feita, deixou a desejar a participação dos usuários. Reclamações se fazem, no lugar errado, na hora errada e da maneira errada. É preciso tomar consciência que, a Participação Popular é o melhor meio para pressionar as autoridades a cumprirem seus compromissos com a população.

 

Fonte: Diocese de Guarulhos