Ato contra tráfico de pessoas no Centro

1
413

 

O calçadão da rua Dom Pedro II foi palco de uma mobilização contra o tráfico de pessoas e a exploração sexual, na manhã desta quarta-feira (25). A ação faz parte do cronograma de atividades do mês da mulher, realizado pela Prefeitura de Guarulhos no mês de março.

 

trafico-guarulhos

Ato contra tráfico de pessoas no Centro / Foto: Jair Malavazi

 

De acordo com a secretária de Desenvolvimento e Assistência Social, Genilda Bernardes, o tráfico precisa sair da invisibilidade. “Tráfico de pessoas não é coisa de novela. Guarulhos recebe, em média, três pessoas traficadas por mês.” Bernardes explica que a maioria das vítimas recebe prosposta de trabalho no exterior, mas quando chega ao destino é obrigada a se prostituir.

 

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, organizadora da mobilização, mantém sob sua gestão o Posto Avançado de Atendimento Humanizado ao Migrante, no Aeroporto de Guarulhos, que atende vítimas do tráfico para exploração sexual, trabalho escravo e tráfico de órgãos. Para fazer denúncias sobre violações de direitos humanos basta ligar para o Disque 100 e para casos de violência contra a mulher Disque 180.

 

Fonte: Prefeitura de Guarulhos