Os agentes de trânsito da Prefeitura de Guarulhos protestaram nesta terça-feira, 8, durante a Sessão Ordinária, contra a falta de combustível para abastecer os automóveis; a ausência de padronização dos uniformes e a deficiência de concursos públicos para contratação de novos profissionais.

 

protesto-agentes-de-transito

 

O servidor Altemar Barbosa dos Santos usou a Tribuna Livre para fazer as denúncias. “Não temos um fardamento decente, dá vergonha.” Ao todo, são 20 agentes de trânsito para atender todas as demandas de fiscalização da cidade; entretanto, o último concurso foi realizado em 2010. “Nós tiramos dinheiro do nosso bolso pra abastecer a moto, porque ninguém consegue patrulhar o município andando; só queremos mudança e mudança pra melhor”, afirmou.

 

O vereador Eduardo Carneiro (PSB), em resposta aos questionamentos do agente de trânsito, propôs que os vereadores acolham as denúncias. Maurício Brinquinho (PT), da Comissão de Trânsito e Transportes da Câmara, falou que fará uma visita ao secretário municipal. O vereador Edmilson Souza (PT) disse que já cobrou da Prefeitura, por intermédio de Requerimento, o valor arrecadado com as multas de trânsito e disse que ficou surpreso com o fato de os agentes não terem nem botas apropriadas para trabalhar. O vereador se colocou à disposição para participar da reunião com o secretário de transportes e pediu que não houvesse retaliação contra o servidor público.

 

Fonte: Click Guarulhos